E Vamos de Review: aespa “Savage” – The 1st Mini Album

Após dois digital singles, o aespa voltou essa semana com o seu primeiro mini-álbum intitulado ‘Savage’ e foi uma confusão para todos os lados por causa da divisão de opiniões, principalmente por causa do single. Pois óbvio que eu não poderia deixar de dar a minha opinião não solicitada por aqui. Quer ver o que eu achei desse mini? Vem comigo!

aenergy – 9/10

A intro é perfeita, eu fiquei toda nervosa quando eu ouvi, pois já mostrava que viria coisa boa por aí. A letra é bem apresentação das membros e a naevis, encaixando direitinho como intro. Só pontos positivos. Já colocou sua mão para cima? Karina, rocket puncher! Winter, armamenter! Giselle, got Xenoglossy, Ningning E.D hacker (leia-se, fofoqueira virtual)!

Savage – 10/10

Para quem leu meu post falando sobre Savage, desconsidere. Eu estava sob efeito de drogas fortes com sono e não aproveitei esse bate panela maravilhoso, obrigado aespa por serem as discípulas da Charli XCX, da Arca e da Sophie. Simplesmente a maior da carreira! Inclusive recomendo muito você ouvir com fone de ouvido, tem muitos detalhes para apreciar.

I’ll Make You Cry – 7,5/10

Uma música para fritar muito nas festas pós pandemia, eu amei demais essa faixa. Por incrível que pareça, eu acho essa a mais fraquinha do álbum mas não é menos ótima que as outras.

YEPPI YEPPI – 10/10

Se eu fosse uma baby vogue, certeza que eu colocaria essa daqui para ir para a ballroom. Que música deliciosa, meu deus! É divertida, dá para bater um cabelo, fazer um vogue (vem cá, Luna) e de quebra ainda fazer a linha gostosona. Eu amo esse combo e aqui elas me entregam tudo.

ICONIC – 8,5/10

Como o próprio nome da música sugere, ela é icônica. Os vocais estão perfeitos, elas trazem bastante atitude e eu me sinto a dona do morro de Seul com uma dessa aqui.

Lucid Dream – 9,5/10

Ballad perfection. Que faixa deliciosa, menina. Eu já tô doido para ouvir essa música quando eu estiver em uma viagem, no metrô, algo assim. E o melhor dela é que quebra o padrão de álbuns finalizarem com -uma balada insossa só para preencher cota. Uma das minhas faves sem dúvidas.

É isso, são as fodonas da 4a geração e quem não gostou, problema é seu!

a æ da minha æspa 😎falou pra Black mamba 🤟🗣da minha (SYNK💋), que tava >no next level 😘 que minha nævis 🧞‍♂️tava lacrando com a savage 💅eu disse old que *** mo👯‍♀️ to pagando o fio rekall👄💶fazendo o FLAT🧞‍♀️ anti virus pra não passar pra kwangya🙆‍♀️👀, kkkk, falei pro 👁👅👁@, esse P.O.S foi um hinoo, ranço👥😹😹😹

2 comentários em “E Vamos de Review: aespa “Savage” – The 1st Mini Album

  1. Único defeito do MV de Savage é que Giselle e Ningning mostraram para que vieram e brilharam muito, mas a empresa só enxerga a Winter e põe todo o destaque nela, só porque é a mais apagadinha das quatro.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s